Morar em Pelotas: vantagens e desvantagens da Cidade do Doce

Investir em imóveis 12 de agosto de 2021

Vamos falar um pouco sobre o que a terceira maior cidade do Estado (em relação ao número de habitantes) tem para oferecer em termos de qualidade de vida. 

E não pense que esse texto foi escrito pensando somente naqueles que estão chegando em Pelotas. Ele serve também para lembrar os atuais moradores de que tem muita coisa legal para ser feita aqui, mas que, infelizmente, deixamos de aproveitar porque vivemos no piloto automático. 😒

Longe… mas do quê?

Para quem acha que Pelotas é “longe de tudo”, vale conhecer a sábia reflexão proposta pelo cantor-compositor-escritor-poeta-orgulho-da-cidade Vitor Ramil: 

Não estamos longe dos centros. Nós somos o centro de outra coisa”. ❤️

A Capital do Doce – também conhecida como Princesa do Sul – fica a 262 km da capital Porto Alegre e a 587 km de Montevideo, capital do Uruguai. Sim, estamos longe de São Paulo e do Rio de Janeiro, mas perto da belíssima Santa Catarina e dos hermanos uruguayos. 

Além disso, você consegue chegar à Serra Gaúcha em cerca de 5 horas de viagem. 

Quer rodar menos? É possível fazer um turismo encantador pelas colônias de Pelotas, na zona rural, onde restaurantes de comida caseira e cafés coloniais te esperam com sabores que vão ficar gravados na memória – sem falar na natureza deslumbrante e naquela reenergização que só o pé na grama e o cheiro de mato podem proporcionar.

Mas você não precisa pegar a estrada para ter momentos de lazer e descanso. Há muitas opções na própria cidade, sendo que boa parte delas é gratuita. 

A famosa gastronomia de Pelotas

A fama vem dos doces, mas a cidade tem MUITO mais para oferecer quando o assunto é alimentação. 😋

Desde churrascarias/parrillas a especiarias vegetarianas/veganas, passando por pizzarias e as culinárias árabe, asiática e latina, além dos famosos lanches (sério, não há nada parecido em lugar nenhum!), em Pelotas você passa muito bem. Pode acreditar.

Tem preços para todos os bolsos. Obviamente, há opções mais caras, mas saiba que, de modo geral, comer aqui sai mais em conta do que numa capital.

Enfim, com tranquilidade, pode dar um ✅ no quesito gastronomia.

A deslumbrante arquitetura do Centro Histórico

Basta dar uma voltinha na Praça Coronel Pedro Osório (o coração da cidade) e olhar em volta. Com um giro de 360º, sua vista alcança maravilhas como o prédio da Prefeitura Municipal e a Bibliotheca Pública, o Grande Hotel, o Theatro Guarany, o Museu do Doce (com os casarões vizinhos) e o Theatro Sete de Abril, só para citar os mais famosos.

Além disso, a própria praça é convidativa para relaxar em dias de sol. Só tome cuidado com o horário. Por questões de segurança, é desaconselhável andar sozinho por lá depois do cair da noite. Falaremos mais sobre isso em seguida.

Os benefícios de uma cidade plana

Gosta de pedalar? Pelotas é um bom lugar para isso. O fato de a cidade ser bastante plana facilita a vida dos ciclistas, assim como os mais de 50 Km de ciclofaixas que ligam bairros de forma estratégica. 

O relevo plano de Pelotas é um convite para as caminhadas, especialmente para pessoas com idade mais avançada, que não conseguiriam exercitar as pernas em cidades cheias de altos e baixos.

Outra vantagem de Pelotas para os que estão chegando é o fato de que o centro da cidade e seus bairros adjacentes costumam ter quarteirões retangulares e simétricos. Ou seja, se você se perder, basta dar a volta na quadra para se achar de novo. 🙂

A cidade que transpira cultura

É uma pena estarmos falando sobre isso em pleno isolamento social imposto pela COVID-19… Mas ok, sabemos que isso vai passar, e os eventos que apresentaremos agora poderão ser aproveitados coletivamente em breve. 🙏

Pelotas faz parte do circuito de shows do Estado. Vários artistas com agenda em Porto Alegre costumam esticar até aqui.

Há também as iniciativas locais. O Sofá Na Rua costumava agitar o Porto com shows e exposições de arte alternativa. A rua em frente ao Theatro Guarany ficava repleta de food trucks e recebia eventos solidários com muita música e exposição de produtos temáticos.

A Praça Coronel Pedro Osório abriga a tradicional Feira do Livro de Pelotas, que, além das promoções, oferece atrações musicais e opções de gastronomia para os visitantes. 

Mas um dos maiores patrimônios culturais da cidade – ao lado da nacionalmente famosa Fenadoce – é o Festival Internacional Sesc de Música. Músicos de formação clássica de todos os cantos do Brasil e de outros países fizeram história ao longo de 10 edições (a de 2021 ainda não foi descartada). Tudo isso em troca de doações destinadas a instituições de cunho social. ❤️

A vida noturna costumava ser bastante agitada. Afinal, estamos falando de uma cidade com apelo para estudantes, pois abriga a UFPel, a UCPel (mais uma série de faculdades pagas) e o IFSul. Enfim, shows e baladas para todos os gostos. Assim que a pandemia estiver controlada, tudo deverá voltar ao normal. 💪

Além disso, os cinemas CineArt e Cineflix fazem a felicidade dos viciados na telona. 

👉 Resumindo: se você curte cultura, Pelotas tem muito para oferecer.

O que fazer ao ar livre

Conhecer o bairro Laranjal é obrigatório para quem está chegando em Pelotas. A praia banhada pela Lagoa dos Patos, mesmo não apresentando balneabilidade adequada há muitos anos, atrai tanto visitantes quanto moradores.

Distante apenas 13 km do centro, o Laranjal é auto suficiente: tem farmácias, supermercados, feiras de rua, escolas e posto de saúde, além de várias opções gastronômicas. 

Mas é a natureza que cativa todo mundo que passa por lá. A orla da lagoa e o extenso calçadão, as ruas arborizadas e o delicioso silêncio – típico dos lugares afastados do agito urbano – atraem as pessoas interessadas em qualidade de vida. 

Enfim, o Laranjal é encantador. 🥰

Outra tradicional curtida ao livre em Pelotas é a Avenida Dom Joaquim, que dá início à Zona Norte. 

Considerada um dos pontos mais nobres da cidade, a “Donja” abriga casas e edifícios imponentes, estabelecimentos comerciais diferenciados e um calçadão que atravessa a avenida praticamente de ponta a ponta, que é perfeito para caminhadas, pedaladas ou até para sentar à sombra das árvores.

Tudo isso de graça. 😍

A Avenida Dom Joaquim faz fronteira com o bairro Três Vendas, um dos mais populosos e economicamente importantes para a cidade. 

Nem tudo são flores

Não estamos aqui para passar pano na realidade. Isso seria irresponsável da nossa parte. Pelotas, assim como inúmeras cidades grandes do Brasil (somos a 69ª do país), apresenta problemas relacionados a assaltos. 

Os celulares estão sempre em alta nas preferências dos assaltantes. Por isso, a melhor forma de evitar essa situação é simplesmente não dar bobeira. 

Outra dica interessante é não se aventurar por ruas sem movimento em determinados horários. O Uber é tão barato que não vale a pena se arriscar à toa. Pelotas é uma cidade excelente para caminhadas, mas você precisa escolher o horário e o local para fazê-las.

👉 Resumindo: é perfeitamente possível viver em Pelotas de forma segura. Basta tomar alguns cuidados, assim como você faria em qualquer cidade grande brasileira.

Vale a pena morar em Pelotas?

Se você quer ter acesso a praticamente tudo que uma capital pode oferecer, mas com qualidade de vida mais elevada (leia-se menos loucura e agitação), Pelotas é uma aposta certeira.

Por ser esse grande polo universitário, além de representar o maior centro comercial da Região Sul do RS, investir em imóveis na cidade é sempre um bom negócio – desde que você seja aconselhado por uma imobiliária com abordagem totalmente focada na experiência do cliente.

Independente de ser para moradia ou para investimento, adquirir um imóvel pronto para morar ou um novo empreendimento na planta em Pelotas significa entrar em um mercado onde o metro quadrado costuma valer mais a cada ano que passa.

Quer conhecer as melhores oportunidades de imóveis de Pelotas? 

Entre em contato pelo email contato@imoveisdp.com.br, Whatsapp (53) 99109.0808 ou deixe uma mensagem em nossas redes sociais 👇.

Site para imobiliárias Lead Link